Notícias

Segundo dia de simpósio: A necessidade de dialogar fé e razão

21/03/2018 - Por: faculdadecn

Por Heloísa Brianes

 

“São Tomás de Aquino: Um exemplo do Diálogo entre Fé e Razão”, foi o tema do segundo dia do Simpósio Fé e Razão que acontece na Faculdade Canção Nova esta semana nos dias 19, 20 e 21. A palestra foi ministrada por Marcius Tadeu Maciel Nahur, professor da Faculdade Canção Nova.

Para melhor explanar o tema, o professor começou explicando o que era razão, e como que ela  ajuda no entendimento da fé, lembrando sempre que entre elas existe uma colaboração e harmonia. Ressaltou ainda que é preciso manter a totalidade e a integralidade entre elas para que os reducionismos atuais não se tornem uma ideologia cega. Alertou ainda sobre o fideísmo nas Universidades Confessionais, aos olhos de São Tomás é um pecado, pois é a partir do equilíbrio entre a razão natural e a fé, se alcançará as verdades.

“A razão e a Fé precisam seguir um caminho de amor desinteressado pela verdade, pela unidade, pela bondade e pela beleza do Criador”, é a mensagem com que Marcius termina o dia, para que esse diálogo a partir de São Tomás produza frutos.

Este ano foi o primeiro em que se realizou a transmissão online do Simpósio pelas redes sociais, e ainda existem muitas expectativas para os próximos anos, como novos colaboradores, adesão de maior quantidade de professores, mas também muito trabalho a ser feito, comentou o Padre Ademir Pereira da Costa, coordenador do curso de Filosofia. O Professor Lino , coordenador do curso de Teologia, completa dizendo que a chegada da tecnologia ajuda aqueles que não podem estar presente, buscando alcançar a maior quantidade de público interessada.

Um dos objetivos do Simpósio, como da Faculdade em geral, é formar homens e mulheres novos para um mundo novo, pensando no ser humano como corpo, alma e espírito,buscando trabalhar seu equilíbrio pessoal, intelectual e espiritual. Assim Pe. Ademir conclui: “Hoje queremos fazer compreender que cada pessoa tem uma vida equilibrada, ela é um todo, e esse todo envolve sua razão, sua vontade e sua fé.”